quarta-feira, 17 de maio de 2006

Olhar


"... Ora, não percebeis que com os olhos alcançais toda a beleza do mundo? O olho é o senhor da astronomia e o autor da cosmografia; ele desvenda e corrige toda a arte da humanidade; conduz os homens as partes mais distantes do mundo; é o príncipe da matemática, e as ciências que o têm por fundamento são perfeitamente corretas.
O olho mede a distância e o tamanho das estrelas; encontra os elementos e suas localizações; ele... deu origem a arquitetura, a perspectiva, e a divina arte da pintura.
...Que povos, que línguas poderão descrever completamente sua função! O olho é a janela do corpo humano pela qual ele abre os caminhos e se deleita com a beleza do mundo. "
LEONARDO DA VINCI (1452-1519)
Finalmente compreendi o teu olhar...
Compreendi o teu olhar é algo de um pretensiosismo gigante de se afirmar!
Não quererá dizer algo quando finalmente conseguimos olhar alguém olhos nos olhos?
Um sinal que estamos, de dia para dia, a medir a distância e o tamanho de uma estrela? Um sinal que estamos a perder o medo?

Durante um ano olhei nos teus olhos sem os compreender (mantenho aqui o meu pretensiosismo de achar que compreendi o teu olhar) mas existem momentos que não nos recordamos de alcançar, cujo trajecto para os mesmos é esquecido dois minutos depois... ou então, que pela importância do que neles se alcança, tudo o resto passa de imediato para segundo plano, e que tudo transformam. Foi num desses momentos, num desses raros momentos, que te vi chorar. Não o percebi de imediato... apenas quando saiste e quando te refugiaste na janela. Saiste sem sair dali! E acedeste à resposta a uma pergunta!

"...Com os olhos alcançais toda a beleza do mundo..."! Com os teus olhos , nos teus olhos, já percebi todas as belezas, todas as tristezas, todas as arrelias, as zangas, todo o carinho, toda a indecisão, a inquisição, e mais carinho. Nenhum actor, de nenhum palco, de todo o mundo, consegue com todo o corpo, as expressões que já percebi nos teus olhos. São os teus olhos que te abrem o sorriso, te fecham a expressão, que apelam aos outros quando fixam o vazio. Com os teus olhos, nos teus olhos, já percebi o vazio, a solidão... agora finalmente compreendi o teu olhar. Agora compreendi a tua lágrima, o teu medo.

Mantenho o pretensiosismo de afirmar que compreendi o teu olhar e gostava que tentasses compreender o meu. Na compreensão dos olhares esconde-se a compreensão das almas... afinal... que significa quando, apesar de todos os acontecimentos do dia-a-dia, do feitio de cada um, das incompatibilidades, previsibilidades e afins nos continuamos a dar bem com alguém??

Saudações...

2 comentários:

Anónimo disse...

Os meus olhos são a janela da minha alma por isso incomoda-me que procures os meus olhos em busca de desvendar os meus pensamentos mais privados,os meus segredos, se assim se podem chamamr...
Os olhos mostram coisas que,por vezes,não queremos mostrar...foi assim naquela noite,em que me fizeste chorar com toda aquela conversa...nem sei se entendeste bem o que se passou mas também não vale a pena explicar pois são coisas que só a mim dizem respeito...e sabes que gosto muito do meu espaço...
O que significa darmo-nos bem apesar do feitio de cada um,das incompatibilidades,previsibilidades e afins?significa que somos amigos,que nos damos como irmãos...
Fica bem

Pete Hunt Toons disse...

Sabes que não é minha intenção causar-te incómodo...penso que já percebeste isso! Apenas o faço para te compreender melhor e sei que o tenho vindo a conseguir. Quanto a ter-te feito chorar já tinhamos chegado à conclusão que não fazemos a mínima ideia de como a conversa foi lá parar... mas não te podes esquecer que não foi um monólogo. Também acho que te fez bem desabafar qualquer coisa e ainda bem que o fizeste comigo! Quando quiseres explicar aquilo que achas que eu não entendi bem é só escolheres a hora e o local... eu estou lá primeiro! Algo que não disse no post foi que os teus olhos são, por norma, muito directos...isso é outra coisa que gosto em ti... e como sabes não é a única!
Sei bem que gostas muito do teu espaço mas já te demonstrei que o respeito, até mais que uma vez. Mais importante que o teu espaço é o respeito que sinto por ti. Os amigos são para essas coisas, os bons amigos para muito mais até...